O Café do Fantasma Azul

domingo, 17 de fevereiro de 2013

Sob o Sol da Transilvânia

 No mês de janeiro de 2013, na São Paulo abafada e chuvosa, o Sesc - Carmo ofereceu uma Oficina de Contos de Terror, coordenada pela escritora Rosana Rios. Baseados na novela de Bram Stoker, "Drácula", os contos tinham que ser ambientados na Transilvânia do século XIX.

Além de ter achado uma ótima iniciativa do Sesc em oferecer oficinas de textos, e especialmente na linha do fantástico, achei que seria um grande desafio escrever sobre Vampiros, um tema tão explorado nos dias de hoje.

Então, em  Sob o Sol da Transilvânia, subverti alguns conceitos e imagens arraigadas ao imaginário e coloquei um clima quente, insuportável, com um enorme pântano pestilento num canto remoto da Transilvânia Construi um vampiro fora do cliché, escondido, apagado, que trabalha na surdina, mas eficaz como todo bom vampiro.

Para conferir os contos dos outros colegas escritores: aqui, O conto Desde que me lembro, é do meu filho que também participou da oficina.